Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
economia

Turismo internacional cresce 6% em 2017

Estimativa foi divulgada nesta quarta-feira (10) pelo secretário-geral da OMT que prevê aumento também para 2018.Turistas chineses foram os que mais viajaram

  • Publicado: Quarta, 10 de Janeiro de 2018, 16h54
  • Última atualização em Quarta, 10 de Janeiro de 2018, 16h59

Por Nayara Oliveira

*Com informações da Agência EFE

04 08 2016 Canoa Quebrada   Rodolfo Vilela
Brasil é o número 1 em atrativos naturais. Crédito: MTur

Anúncio do secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT) revelou que 2017 foi um bom ano para o turismo mundial. Em entrevista à Agência EFE, durante o fórum em Madri, na Espanha, Zurab Pololikashvili, afirmou que o setor cresceu 6% no ano passado e destacou a progressão rápida da China como grande emissora de turistas.

Os números e a constatação devem ser motivo de otimismo para quem trabalha ou investe no setor em nível internacional e também doméstico, uma vez que o país recebe turistas chineses e teve, em 2017, aumento de 4,3% no faturamento médio das empresas que atuam com turismo.

“Os bons números do setor apenas reforçam a importância do turismo para economia mundial e mostra que este é um mercado em expansão. E o Brasil tem muito a se beneficiar do aquecimento do turismo, uma vez que reúne atrativos diversos para viajantes locais e internacionais”, comentou o ministro do turismo, Marx Beltrão.

Segundo Zurab Pololikashvili, os números do turismo internacional continuarão em progressão positiva, com um aumento entre 3% e 4% na chegada de turistas estrangeiros no mundo em 2018. Ele também destacou a importância da indústria turística que representa 10% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial e se enquadra no terceiro setor exportador do mundo.

FACILITAÇÃO DE VISTOS - Em setembro, a China firmou acordo para facilitação de vistos com o Brasil. A medida será um importante impulso para o governo brasileiro atingir a meta prevista no plano Brasil + Turismo de atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022. O acordo estabeleceu um prazo de validade de cinco anos para os vistos de turista, com múltiplas entradas, com período de estada de 90 dias, renováveis por até outros 90 dias, a cada 12 meses. As novas regras começaram a valer no dia 1º de outubro. Antes, o visto geralmente tinha validade de três meses.

Em 2016, mais de 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo, porém pouco mais de 50 mil escolheram o Brasil como destino. A Organização Mundial de Turismo aponta que a facilitação de vistos é uma importante iniciativa para fortalecer o setor. “A facilitação de vistos é uma das nossas prioridades porque temos estudos que comprovam que através da facilitação de vistos há mais turistas, mais receitas e empregos”, defende Sandra Carvao, diretora de comunicação da OMT.

registrado em:
Fim do conteúdo da página