Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Brasil é eleito membro do Conselho Executivo da OMT
Início do conteúdo da página
Institucional

Brasil é eleito membro do Conselho Executivo da OMT

Órgão é responsável por executar as resoluções da Assembleia Geral e relatar a execução do programa de trabalho da entidade vinculada à ONU

  • Publicado: Terça, 12 de Setembro de 2017, 10h07
  • Última atualização em Terça, 12 de Setembro de 2017, 10h58

O Brasil assumiu nesta terça-feira (12) duas importantes funções na Organização Mundial de Turismo (OMT). Foi eleito membro do Conselho Executivo da entidade para um mandato de dois anos (2020-2021) e a vice-presidência da Comissão Regional da OMT para as Américas, juntamente com o Haiti. As eleições foram realizadas durante a 62ª Reunião da Comissão da OMT para as Américas, realizada na cidade de Chengdu, na China. O secretário executivo do MTur, Alberto Alves, participou da reunião chefiando a delegação brasileira.

12 09 17 OMT Alberto Alves

O mandato no Conselho Executivo da OMT, responsável por executar as resoluções da Assembleia Geral e relatar o programa de trabalho da entidade, será compartilhado com o Uruguai. O país vizinho atuará no biênio 2018/2019 e o Brasil assume no período 2020/2021. Ou seja, cada país exerce mandato de dois anos. Concorreram também à vaga, além do Brasil e Uruguai, a Argentina, o Peru, a Jamaica e Honduras.

“A atuação do Brasil na linha de frente da principal entidade mundial de turismo é muito importante para colocarmos em discussão temas do interesse do nosso país e dos demais países em desenvolvimento, que veem o turismo como uma alavanca para suas economias”, avalia o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Na condição de membro do Conselho Executivo, o Brasil definiu três temas prioritários, considerados fundamentais para a consolidação de sua política de turismo, para orientar suas atividades e mensagens. São eles: o desenvolvimento do tema economia colaborativa e mídias digitais, reforço da representatividade da Lusofonia no âmbito da OMT e ampliação dos debates sobre a regulamentação da Proteção ao Consumidor Turista.

O Brasil é membro da OMT desde 1975. Atuou como membro do Conselho Executivo durante cinco mandatos. Em 2015, totalizou dezoito anos de atuação nesta agência especializada das Nações Unidas e principal organização internacional para assuntos relacionados turismo.

Rodape agencia noticia

registrado em:
Fim do conteúdo da página